Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 de outubro de 2018

Memes da Iugoslávia e o Marechal Tito


Link curto para esta postagem: fishuk.cc/tito-memes


No meu canal Eslavo (YouTube), às vezes gosto de carregar imagens engraçadas do mundo eslavo, ou montagens que eu mesmo faço com teor humorístico, que chamo genericamente de “memes”, mas nem todos os inscritos gostam. Em geral priorizo o mundo eslavo, porque muita coisa é digna de ser conhecida, mas quem fala português quase sempre tem essa barreira da língua. Nem sempre minha tentativa de ser um “canal SAM” dá certo, mas eu continuo tentando!

Nesta e em outras postagens, farei coleções com os melhores memes que tentei criar no meu canal. Nem todos vêm de países eslavos, e muitos constituem verdadeiras montagens cômicas, mas eles deviam possuir um espaço, além das próprias playlists a que pertencem no YouTube, pra ser reunidos, exibidos e comentados. Hoje, posto três vídeos interessantes que fiz sobre a antiga Iugoslávia e seu ditador, Josip Broz, ou Marechal Tito. Infelizmente, não domino a língua servo-croata e suas variantes nacionais, mas algumas coisas consegui achar por acaso e, independente do idioma, pude trazer ao meu público.



Não é nada engraçado, mesmo com um ditador, mas postei por mera curiosidade histórica. Por um lado, Tito, que governou a Iugoslávia de 1945 a 1980, teve uma política bastante aberta para com o Ocidente, ao contrário de outros países comunistas da Europa. Por outro lado, os primeiros-ministros social-democratas, trabalhistas ou esquerdistas, em países democráticos, buscaram fortalecer laços e ouvir mais as nações do antigo Leste europeu.

Foi o caso do social-democrata Olof Palme, que governou a Suécia de 1969 a 1976 e de 1982 a 1986, ano em que foi assassinado ao sair de um cinema. Em 1976, ele e outros dignatários locais receberam Tito em Estocolmo, capital da Suécia, e na hora em que o marechal saiu da limusine, teve seus dedos prensados pela porta da frente (passageiro) ao sair um oficial que não identifiquei. Isso se deu porque Tito resolveu se apoiar na lateral direita ao sair, e colocou os dedos bem no vão da porta dianteira. O oficial não viu essa cena, e fechou a porta com tudo.

Obviamente, como se nota em algumas das versões que uni no vídeo, o marechal berrou de dor, repreendeu o colega e saiu corajosamente em direção a Olof Palme, que ou era um bobo-alegre, ou fez carinha de que se divertiu com o incidente. Mais pra frente, outra tomada mostra Tito com Palme e os companheiros, fazendo gestos como se estivesse explicando a fechada de porta. Notam-se também alguns dedos com o que parece ser um curativo.

É bizarro como em alguns programas suecos, o caso foi tratado como uma videocassetada do Faustão, gerando risos histéricos e nenhuma empatia, como era o caso no que pareciam ser os anos 90. A atitude foi bem besta, e vários simpatizantes de Tito no território moderno da antiga Iugoslávia xingaram os suecos no YouTube, dizendo que ele não era ditador e que ver alguém se ferindo não era nada hilário. Por outro lado, sérvios que abominam o comunismo adoraram vê-lo sofrer.

Eu mesmo fiz a montagem, tendo recortado os vídeos pra ficarem com o quadro retangular. Originalmente, estão nos respectivos endereços:

http://youtu.be/7hZHgMsDim0
http://youtu.be/D4eaimOSxvk
http://youtu.be/i89A4od3ayU
http://youtu.be/5AJoYzp6ne4



Até pro lindo casal presidencial iugoslavo Josip e Jovanka Broz tem dia, lugar e tem hora! Pra serem felizes numa casa de campo, fazendo artesanato e tomando café. Mas não é em 1977, e sim em 1962. Achei por acaso um curto vídeo documental de Tito e sua mulher passando uma tarde no que parece ser uma propriedade deles, e num dos momentos, o presidente enche uma xícara com uma máquina de café expresso, e vai fumar um charuto e conversar ao lado dela.

Na minha opinião, Dia, lugar e hora, um sucesso do cantor brasileiro Luan Santana, casou direitinho com essa cena! Então, brinquei que ele estaria cantando Pesem o Titu (Canção para Tito), um sertanejo comunista. Mas na verdade, nem sequer fala do Tito: é apenas o referido trecho com seu som original tirado, substituído pela maior parte do refrão da música do Luan (só tirei uma frase pra que as durações coincidissem). Não vou transcrever a letra do hit, mas vocês podem assistir acima, pra julgar se fiz algo interessante!



Apesar da estranha miniatura que montei, este é o pequeno excerto de um episódio do programa infantil iugoslavo “Полетарац” (Poletarac), exibido na primeira metade de 1980 (este episódio é de 19 de março, e eu já legendei o tema de abertura). Gravado com diversos atores, incluindo músicas, piadas e contos, propunha-se apresentar “as coisas básicas da vida e do mundo ao redor”. No vídeo completo, o trecho em questão começa aos 15’55”.

A palavra servo-croata poletarac tem um equivalente em inglês, que é fledgling. Ambas designam um passarinho que está saindo do ninho, aprendendo a voar, e figuradamente um iniciante ou novato em alguma coisa. Como os atuais puritanos no Brasil, poderíamos dizer: “Era o marxismo cultural apresentando essas obscenidades às crianças!” Mas podemos ver também por um lado não erotizado, que é a meta do programa. A maldade está nos olhos de quem vê. Não vou reescrever a tradução, mas segue o texto das falas nos alfabetos latino e cirílico:

– Da li znaš, ko je najmlađi stanovnik Socijalističke Federativne Republike Jugoslavije? A?
– To je najmlađi stanovnik Socijalističke Federativne Republike Jugoslavije.

– Да ли знаш, ко је најмлађи становник Социјалистичке Федеративне Републике Југославије? А?
– То је најмлађи становник Социјалистичке Федеративне Републике Југославије.