Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

16 de junho de 2018

Hino Nacional da Suíça: versão de 2015


Link curto para esta postagem: fishuk.cc/hino-suica


Pesquisando sobre o hino nacional do primeiro adversário que o Brasil terá na Copa do Mundo na Rússia, descobri um fato interessante. Em 2014 promoveu-se na Suíça um concurso pra escolher uma nova letra do hino nacional, porque dizia-se que o velho texto era muito pesado e não correspondia mais à atual realidade do país. O hino nacional se chama O Salmo Suíço ou O Cântico Suíço, e escrito pela primeira vez em alemão (Schweizerpsalm), foi traduzido pros outros três idiomas nacionais, poeticamente: francês (Cantique suisse), italiano (Salmo svizzero) e romanche (Psalm svizzer).

Em 1841, O Salmo Suíço foi composto por Alberich Zwyssig (melodia) e Leonhard Widmer (letra em alemão), inicialmente como um hino eclesiástico. Cantado frequentemente em acontecimentos patrióticos, o Conselho Federal da Suíça (a presidência coletiva) sempre evitou, porém, adotá-lo como hino nacional. Para tanto, existia a canção Rufst du, mein Vaterland, escrita em 1811 e adotada oficialmente nos anos 1850, com a melodia de God Save the Queen. Em 1961, esse hino foi provisoriamente substituído pelo Salmo Suíço, mas apenas em 1981 a situação se oficializou. Em épocas diferentes, foram acrescentadas a letra francesa (Charles Chatelanat), italiana (Camillo Valsangiacomo) e romanche (Flurin Camathias).

A letra original nunca se tornou plenamente popular e faz menção à natureza, Deus, piedade e bênçãos. Das várias tentativas de mudar a letra, considerando sobretudo que a Suíça estava se tornando um país irreligioso, a que mais foi pra frente foi lançada em 2014 pela Sociedade Suíça de Utilidade Pública. Ela recebeu muitas letras, até que em 2015 foi enfim escolhido o poema em alemão de Werner Widmer, economista originário de Zurique. Trata-se apenas de uma estrofe, e foi traduzida pras outras três línguas nacionais. O conjunto em quatro idiomas formaria o hino total, mas foi feita também uma “estrofe federal” ou “estrofe suíça”, misturando as quatro línguas, que seria adicionada à versão atual ou cantada como versão resumida. Mesmo essa novidade, contudo, foi recebida com indiferença numa Suíça avessa a símbolos patrioteiros, e nem o governo até agora chegou a oficializar as novas letras. Porém, um canal do YouTube foi todo dedicado à difusão do concurso e das versões que iam vencendo.

As vencedoras estão em vídeos gravados pelo Coral Suíço de Jovens, com as quatro versões e a letra poliglota. Eu mesmo traduzi direto das quatro línguas oficiais da Suíça, usando pro romanche dois dicionários em alemão e em francês. Também montei o primeiro vídeo com o áudio da “estrofe federal”, com os versos em alemão (1 a 3), francês (4 e 5), romanche (6 e 7) e italiano (8 e 9); e o segundo vídeo com os áudios nas quatro línguas na ordem em que são mais faladas: alemão, francês, italiano e romanche. Legendei ainda em português, e vocês podem ver cada vídeo duas vezes, lendo uma legenda de cada vez!

Eu achei o texto francês sem sintonia com a melodia, e o italiano sem criatividade. Mas vocês mesmos podem julgar, tendo abaixo as duas legendagens postadas no meu canal Eslavo (YouTube), as letras em cada língua (primeiro a “estrofe federal”) e as traduções em português:




____________________


Weisses Kreuz auf rotem Grund,
unser Zeichen für den Bund:
Freiheit, Unabhängigkeit, Frieden.
Ouvrons notre cœur à l’équité
et respectons nos diversités.
Per mintgin la libertad
e per tuts la gistadad.
La bandiera svizzera,
segno della nostra libertà.

Alemão:
Weisses Kreuz auf rotem Grund,
unser Zeichen für den Bund:
Freiheit, Unabhängigkeit, Frieden.
Offen für die Welt, in der wir leben,
lasst uns nach Gerechtigkeit streben!
Frei, wer seine Freiheit nützt,
stark ein Volk, das Schwache stützt.
Weisses Kreuz auf rotem Grund,
unser Zeichen für den Schweizer Bund.

Francês:
Sur fond rouge la croix blanche,
symbole de notre alliance,
signe de paix et d’indépendance.
Ouvrons notre cœur à l’équité
et respectons nos diversités.
À chacun la liberté
dans la solidarité.
Notre drapeau suisse déployé,
symbole de paix et de liberté.

Italiano:
Croce bianca: unità,
campo rosso: libertà,
simboli di pace e d’equità.
Forti se aiutiamo i deboli,
servi della libertà, liberi.
Siamo aperti al mondo,
siamo aperti al sogno:
La bandiera svizzera,
segno della nostra libertà.

Romanche:
Sin fund cotschen ina crusch,
Svizr’unida, ferma vusch.
Pasch, independenza e libertad.
Ferm in pievel che dat grond sustegn
a tut ils umans che han basegn.
Per mintgin la libertad
e per tuts la gistadad.
Sin fund cotschen ina crusch,
Svizr’unida cun ferma vusch.

____________________


Estrofe federal:
Cruz branca em fundo vermelho,
Nosso signo para a Confederação:
Liberdade, independência e paz.
Abramos os corações à equidade,
Respeitemos nossas diversidades.
Para cada um a liberdade
E para todos a justiça.
A bandeira suíça é
Signo de nossa liberdade.

Alemão:
Cruz branca em fundo vermelho,
Nosso signo para a Confederação:
Liberdade, independência e paz.
Abertos ao mundo que habitamos,
Batalhemos todos pela justiça!
Livre é quem desfruta a liberdade,
Povo forte é o que sustém o fraco.
Cruz branca em fundo vermelho,
O signo para nossa Suíça Federal.

Francês:
Cruz branca em fundo vermelho,
Símbolo de nossa aliança,
Signo de paz e independência.
Abramos os corações à equidade,
Respeitemos nossas diversidades.
A cada um a liberdade
Dentro da solidariedade.
Nossa bandeira suíça desfraldada,
Símbolo de paz e de liberdade.

Italiano:
A cruz branca é unidade,
O fundo vermelho, liberdade,
Símbolos de paz e equidade.
Fortes se ajudamos os fracos,
Livres se servimos a liberdade.
Somos abertos ao mundo,
Somos abertos ao sonho:
A bandeira da Suíça é
Signo de nossa liberdade.

Romanche:
Uma cruz sobre fundo vermelho,
Suíça unida com voz alta.
Paz, independência e liberdade.
Povo forte que dá grande apoio
A todas as pessoas que precisam.
Para cada um a liberdade
E para todos a justiça.
Uma cruz sobre fundo vermelho,
A Suíça unida tem voz alta.