Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 de setembro de 2018

Io le toccai (canto sem vergonha, Itália)


Link curto para esta postagem: fishuk.cc/toccai


Canção de autor anônimo, tradicional da região italiana de Marche (às vezes dita “Marcas” em português), se chama Io le toccai (Peguei nela, ou “toquei”), também denominada Su e giù (Em cima e embaixo). A gravação é do grupo típico La Martinicchia, que o incluiu no álbum A paccà e se especializou no dialeto “marchigiano”, cujos traços ocorrem nesta música. O vídeo com áudio está no canal do grupo, que tem muita coisa legal, mas a primeira vez que escutei foi nesta página, incluindo a letra, com bem mais visitas e cujo áudio, porém, é pior.

Engraçado como muitas vezes, entre culturas, a tradução não se dá entre palavras, mas temas ou enredos. Descobri uma canção do Trio Parada Dura, de música sertaneja brasileira, chamada Eu tô parpano (“Estou apalpando”, em dialeto caipira), que constrói quase a mesma história. Só que minha sacada foi um dia em que passei pela sala, enquanto minha avó assistia à novela das 6 da TV Globo, Orgulho e paixão. Por acaso vi uma cena da festa depois do casamento de Ema e Ernesto, um dos pares românticos da trama, em que o italiano, ao ouvir o conjunto clássico, pediu que tocassem uma tarantella, pra aí começar a dança vista no vídeo.

Pensei primeiro em fazer pro áudio uma montagem no Windows Movie Maker, com legendas em italiano e português. Mas achei esta cena tão legal que captei a tela no site GShow e pus o trecho de som audível tirado de uma matéria do programa Video Show. Ainda preciso arrumar meu notebook pra que ele capte a tela com som e imagem melhores... Mesmo assim, a música e a cena (da qual removi alguns pedaços) casaram certinho, até com passagens que se adéquam à letra! Eu mesmo traduzi do italiano, a partir do texto do site LyricsTranslate.com (que mudei um pouco), montei o vídeo e legendei.

Cliquem aqui pra ter acesso a uma versão com peso reduzido da minha montagem em vídeo. Eu a tinha carregado na versão reserva do meu canal Eslavo no Vimeo, porque foi bloqueada no YouTube, mas no Vimeo também apagaram, por causa dos direitos autorais. Assim, acabei fazendo outra montagem só com áudio e imagens mesmo, e ela pode ser vista abaixo.

A tradução reflete o sentido do original, mas não está totalmente literal. Inclusive, pras legendas serem lidas mais rápidas, encurtei um pouco o texto. De qualquer modo, não dá pra ser todo literal, porque ia perder a graça. Por exemplo, traduzi toccai (toquei) por “pegar”, que soa mais natural nesse contexto, pelo menos pros brasileiros. Grotta também significa “caverna”, e não exatamente “gruta”, como parece, só que onde está crepaccio, que é uma fenda entre blocos de gelo ou em montes nevados, deveria ser “crevasse”. Mas poucos fora da Europa conhecem a palavra, então pus “gruta” (embora não seja isso), pra aproximar o sentido. Stanza, entre várias noções, pode nomear um “quarto”, um “cômodo”, indicando uma hospedagem, mas não ia ter conotação lasciva. Então pus “cama”, que dá a ideia de repouso e prazer, e em geral fica num quarto. E capita vem de capire, que pode significar “entender” ou “capturar”, então usei “captar”, que dá mais ou menos esse duplo sentido. Note-se ainda que panza (pança, barriga) é variante regional de pancia.

Agora que vocês já conhecem esta música de duplo sentido, seguem abaixo a legendagem com montagem que está no meu canal Eslavo (YouTube), a longa letra em italiano, com muito pouca marca dialetal “marchigiana”, e a tradução em português:


____________________


Io le toccai i capelli,
Lei mi disse: “Non son quelli,
Vai più giù che son più belli!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Più giù tu devi andar.
Allora più giù, più giù, più giù,
Allora più giù, più giù, più giù,
Allora più giù, più giù, più giù,
Più giù...

Io le toccai il nasino,
Lei mi disse: “Sei un cretino,
Vai più giù che c’è un giardino!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Più giù tu devi andar...

Io le toccai la bocca,
Lei mi disse: “Non se tocca!
Vai più giù che c’è una grotta!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Più giù tu devi andar...

Io le toccai le spalle,
Lei mi disse: “Ma che palle!
Vai più giù c’è una valle!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Più giù tu devi andar...

Io le toccai il petto,
Lei mi disse con rispetto:
“Vai più giù che c’è un boschetto!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Più giù tu devi andar...

Io le toccai la panza,
Lei mi disse con creanza:
“Vai più giù che c’è una stanza!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Più giù tu devi andar...

Io le toccai il tallone,
Lei mi disse: “Sei un coglione!
Non conosci la posizione!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Più su tu devi andar.
Allora più su, più su, più su,
Allora più su, più su, più su,
Allora più su, più su, più su,
Più su...

Io le toccai il polpaccio,
Lei mi disse: “Sei un pagliaccio,
Vai più su che c’è un crepaccio!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Più su tu devi andar...

Io le toccai il ginocchio,
Lei mi disse: “Sei un finocchio,
Vai più su sennò te crocchio!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Più su tu devi andar...

Io le toccai la coscia,
Lei mi disse con angoscia:
“Vai più su che te se ’mmoscia!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Più su tu devi andar...

Io le toccai il sedere,
Lei mi disse con dovere:
“Vai più là, me fai piacere!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Più là tu devi andar.
Allora più là, più là, più là,
Allora più là, più là, più là,
Allora più là, più là, più là,
Più là...

Io le toccai la fica,
Lei mi disse con fatica:
“Finalmente l’hai capita!”
Oh oh oh.

Amor, se mi vuoi bene,
Su e giù tu devi andar.
Allora su e giù, su e giù, su e giù,
Allora su e giù, su e giù, su e giù,
Allora su e giù, su e giù, su e giù,
Su e giù!!

____________________


Peguei nos cabelos dela
E ela disse: “Não são esses,
Vai embaixo, são mais bonitos!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Tem que ir mais pra baixo.
Então embaixo, embaixo, embaixo,
Então embaixo, embaixo, embaixo,
Então embaixo, embaixo, embaixo,
Mais pra baixo...

Peguei no nariz dela
E ela disse: “Seu cretino,
Vai embaixo, tem um jardim!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Tem que ir mais pra baixo...

Peguei na boca dela
E ela disse: “Não toca aí!
Vai embaixo, tem uma caverna!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Tem que ir mais pra baixo...

Peguei nos ombros dela
E ela disse: “Mas que saco!
Vai embaixo, tem um vale!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Tem que ir mais pra baixo...

Peguei no peito dela
E ela disse com respeito:
“Vai embaixo, tem um bosque!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Tem que ir mais pra baixo...

Peguei na barriga dela
E ela disse com educação:
“Vai embaixo, tem uma cama!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Tem que ir mais pra baixo...

Peguei no calcanhar dela
E ela disse: “Seu babaca!
Você não sabe a posição!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Tem que ir mais pra cima.
Então em cima, em cima, em cima,
Então em cima, em cima, em cima,
Então em cima, em cima, em cima,
Mais pra cima...

Peguei na panturrilha dela
E ela disse: “Seu palhaço,
Vai em cima, tem uma gruta!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Tem que ir mais pra cima...

Peguei no joelho dela
E ela disse: “Seu maricas,
Vai em cima, senão te quebro!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Tem que ir mais pra cima...

Peguei na coxa dela
E ela disse angustiada:
“Vai em cima, você tá broxando!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Tem que ir mais pra cima...

Peguei no bumbum dela
E ela disse com firmeza:
“Vai ali e me dá prazer!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Tem que ir mais ali.
Então ali, ali, ali,
Então ali, ali, ali,
Então ali, ali, ali,
Mais ali...

Peguei na pepeca dela
E ela disse bem cansada:
“Finalmente captou ela!”
Oh, oh, oh.

Amor, se você me ama,
Vai pra cima e pra baixo.
Então pra cima e pra baixo,
Então pra cima e pra baixo,
Então pra cima e pra baixo,
Pra cima e pra baixo!!