Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Tu je nasza zemia (canção da Cachúbia)


Link curto para esta postagem: fishuk.cc/naszazemia


Mais uma raridade. No começo do ano, procurei por curiosidade algumas canções no idioma cachubo (ou cassubo), uma língua eslava ocidental falada em alguns povoados do norte da Polônia. Essa língua, aliás, é muito aparentada ao polonês, e se lê facilmente por quem fala ou entende polonês. Guardei várias músicas nos meus favoritos, mas só em junho tive tempo de legendar uma delas, a de que mais gosto. Ela se chama Tu je nasza zemia (Aqui é nossa terra), e é muito famosa entre os nativos. Há várias montagens no YouTube com fotos da Cachúbia (ou Cassúbia) e essa canção de fundo. Ela foi composta por Janina Cyskòwskô (letra) e Józef Roszman (melodia).

Foi a primeira vez que traduzi e legendei alguma coisa pro meu canal O Eslavo (YouTube) num idioma eslavo dito minoritário, ou seja, que não é oficial em nenhum Estado-nação da Europa. Na verdade, eu traduzi a letra dessa música por meio de duas traduções em polonês, língua que traduzir eu pelo menos consigo. Contudo, a única transcrição em cachubo que achei na internet tinha várias diferenças com o áudio, e uma das traduções polonesas reproduzia, ao que parece, o significado dele. É que essas palavras diferentes eram praticamente iguais em polonês. Outro problema era que havia várias inconstâncias na grafia em cachubo, pelo que pude perceber do som e da gramática, e assim tive de recorrer a dicionários e, na Wikipédia, a informações sobre a fonologia e a gramática pra poder uniformizar a letra. Aparentemente, como o idioma é muito pouco falado, é natural que não haja alguém pronunciando “corretamente”, e o próprio cantor, o qual não pude identificar, ora altera a pronúncia “padrão”, ora fala algumas palavras como em polonês.

Baseado nas duas letras em polonês, eu usei este dicionário online polonês-cachubo (2 volumes) pra normatizar a ortografia. Por isso, às vezes pode ocorrer do cantor não pronunciar como “esperado”. Eu tirei o áudio deste ótimo canal administrado por um ucraniano, que tem canções eslavas de vários povos. A letra discrepante em cachubo e em polonês está nesta página, e a letra em polonês na qual me baseei grandemente pra traduzir está na descrição deste vídeo. Eu mesmo traduzi e legendei a partir do polonês e entendendo algumas coisas em cachubo que eram comuns a outras línguas eslavas.

O cachubo é um idioma eslavo ocidental que pertence, dentro desse grupo, ao subgrupo lequítico, que abrange o próprio polonês, o pomerano (que evoluiu no cachubo atual), o silésio e o extinto polábio. Os outros subgrupos eslavos ocidentais são o tchecoslovaco (tcheco e eslovaco) e o sórbio, com suas duas variantes. Isso explica por que todas essas línguas se assemelham tanto, e por que o cachubo parece tanto com o polonês, embora sua pronúncia e ortografia pareçam ser bem mais “bizarras” e difíceis do que as do já complexo polonês. Não há consenso sobre número exato de falantes, mas aproximadamente 106 mil pessoas o falam em casa, e o grau de proficiência é variado. Como os outros idiomas eslavos ocidentais, se escreve com o alfabeto latino acrescido de vários diacríticos, e tem ainda muito vocabulário alemão. Seus falantes se concentram na região histórica da Cachúbia (Kaszëbë em cachubo), atualmente integrada à província polonesa da Pomerânia. Historicamente, os cachubos são incluídos entre os povos pomeranos, nome que vem da expressão polonesa pra “banhado pelo mar”, e por isso o idioma cachubo também é chamado “pomerano”. Mas não é o “pomerano” falado no Brasil, que se trata de um idioma germânico, aparentado ao holandês e ao alemão do norte.

Segue abaixo a legendagem bilíngue que carreguei, com a letra reconstituída em cachubo e a tradução em português, e na sequência novamente a letra em cachubo, minha tradução e as versões polonesas em que me baseei. Entre parênteses estão os versos cujo sentido não é cantado ou que aparecem diferente na fonte secundária, e onde em português não são indicadas diferenças, é porque o sentido das duas versões em cachubo ou polonês é o mesmo:


____________________


Tu, dze jistnieje
(Tu, dze so leżi)
Półwisep Hélsczi
Dze Wisła wpôdô w mòrzë
Tu, dze są łowi
Flądrë i slédze
Łosose i wãgòrzë

2x:
Tu je nasza zemia
Kòchanô òjczëzna
Bò to tu są nasze
Rodzinne Kaszëbë!

Każdi z nas kòchô
Mòwã kaszëbską
I gôdô bez sromòtë
Czë chtos pòdriwô
W tuńcu dze grają
(Czë to je w tuńcu
Czë to je w polu)
Czë to je kòl robòtë

2x:
Tu je nasza zemia
Kòchanô òjczëzna
Bò to tu są nasze
Rodzinne Kaszëbë!

____________________


Aqui é onde fica
A península de Hel
E o Vístula cai no mar
Aqui, onde se pescam
Linguados e arenques
Salmões e enguias

2x:
Aqui é nossa terra
A pátria querida
Pois aqui é a nossa
Cachúbia nativa!

Todos estimamos
A língua cachuba
E usamos sem receio
Seja paquerando
Divertindo na dança
(Seja dançando
Seja lavourando)
Ou trabalhando

2x:
Aqui é nossa terra
A pátria querida
Pois aqui é a nossa
Cachúbia nativa!

____________________


Tu, gdzie se leży
(Tam gdzie istnieje)
Półwysep Helski
Gdzie Wisła wpada w morze
Tu, gdzie się łowi
Flądry i śledzie
Łososie i węgorze

2x:
Tu jest nasza Ziemia
Kochana ojczyzna
Bo to tu są nasze
Rodzinne Kaszuby!

Każdy z nas miłuje
(Każdy z nas kocha)
Mowę kaszubską
I mówi bez wstydu
Czy ktoś podrywa
W tańcu gdzie grają
Czy też gdzie jest pełno roboty
(Czy to jest w tańcu
Czy to jest w polu
Czy to jest przy robocie)