Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

21 de março de 2018

“Zemljo moja” (canção iugoslava, 1975)


Link curto para esta postagem: fishuk.cc/zemljomoja



Esta é uma linda canção patriótica cantada em servo-croata, dos tempos da antiga Iugoslávia, país dissolvido em 1991. Ela se chama Zemljo moja (Ó, terra minha), em alfabeto cirílico “Земљо моја”, e foi gravada pela primeira vez num álbum compacto de mesmo nome em 1975 pela banda bósnia Ambasadori, tendo como vocalista Ismeta Krvavac. Seu compositor foi Kemal Monteno, e a faixa 2 do disco se chamava Budi s njom (Esteja com ela), tendo sido Zemljo moja tocada em público pela primeira vez em 1975 mesmo, no famoso festival “Vaš šlager sezone” que até hoje ocorre em Sarajevo. Eu legendei também uma versão em solo cantada por Ismeta Dervoz (“Krvavac” era seu sobrenome quando era casada) em 19 de janeiro de 2016, num show em memória a Kemal Monteno.

A banda Ambasadori existiu de 1968 a 1980 e apresentou diversas formações, chegando inclusive a abrigar o famoso cantor iugoslavo Zdravko Čolić. Ismeta Dervoz-Krvavac (n. 1954) trabalhou muitos anos como cantora, produtora e apresentadora, mas atualmente vive em Sarajevo, servindo ao poder legislativo. O cantor e compositor Kemal Monteno (1948-2015) também era bósnio e levou sua carreira dos anos 60 até morrer de pneumonia e sepse. O estilo de Zemljo moja, com letra patriótica, era muito comum nos países socialistas europeus após 1945, e por isso era uma das preferidas do marechal Tito, que governou a Iugoslávia desse ano até 1980. Ele chegava até a mandar tocar em vários eventos e recepções oficiais que promovia. Zemljo moja atualmente não é mais tão popular e conhecida quanto antes, mas se tornou parte da cultura chamada localmente de “iugonostalgia”.

Tem até um momento “Canção do exílio” na segunda parte da música: “Não gorjeiam como lá, nosso céu tem mais estrelas, nossos bosques têm mais vida”. É incrível como Ismeta Krvavac tem a voz muito parecida com a da cantora sertaneja Jayne, que fez sucesso nos anos 90: vejam este exemplo de música. Além disso, no segundo vídeo que legendei, ela está a cara da Gina, que aparece nas caixas de palito, não? Neste, infelizmente só percebi depois que escrevi errado “Izmeta” nas legendas, quando deveria ter grafado “Ismeta” com “s”. Entre várias cantoras e cantores, a letra varia levemente, e mesmo Dervoz canta na primeira gravação ovdje (aqui, neste lugar), e na segunda nigdje (em nenhum lugar), no sentido de “Em nenhum lugar as noites são tão azuis” etc. Achei estranho apenas que nas duas versões, ela canta zlatna klas (espiga dourada), quando deveria ser zlatni klas, porque klas é masculino.

Outra versão que decidi legendar por ter achado muito fofinha é a da garota sérvia Darija Vračević, que no vídeo está participando do programa Pinkove zvezdice, literalmente “Estrelinhas do Pink”, ou seja, a versão sérvia do The Voice Kids. O vídeo sem legendas foi publicado no canal do próprio programa em 13 de maio de 2016, certamente no mesmo dia da apresentação. O Pinkove zvezdice é a versão infantil do programa Pinkove zvezde, literalmente “Estrelas do Pink”, também a versão local do The Voice. Entre as temporadas de 2014-15, 2015-16, 2016-17 e 2017-18, Darija atuou na segunda e chegou à superfinal, tendo vencido na ocasião o garoto Marko Bošnjak. Darija tinha então 8 anos e uma voz muito potente, e a família lhe assistia do camarim. Ambos os programas pertencem à Radio Television Pink (RTV Pink), também chamada TV Pink ou só Pink, o maior canal de entretenimento da Sérvia que transmite a cabo desde 1994.

Há uma notável diferença em relação ao The Voice Kids transmitido pela TV Globo no Brasil: lá, o júri de 5 artistas não gira em direção ao palco, mas sobe a partir do nível do chão. Podemos ver também a onipresença das propagandas, em especial dos biscoitos (keks) Vitanova: com mel ou integral, gostoso e sem igual! Vejam também que todos parecem de alguma forma se emocionar com a canção, embora eu não tenha visto o que se passou depois. Isso mostra que, mesmo sendo dos tempos comunistas, ou até porque não tem referências ideológicas, muitos ainda gostam da letra. A própria mãe, quando é indagada sobre quem ajudou a escolher a música, afirma que foi ela mesma, porque gostava muito e achava importante ver a filha a cantando. Será que o pessoal do vídeo, mesmo parecendo abastado, tem alguma saudadinha daqueles tempos?

Eu mesmo traduzi a letra direto do servo-croata, legendei os três vídeos e, no caso do primeiro, também montei com fotos em sucessão de Belgrado, Zagreb, Sarajevo, Ljubljana e a bandeira da antiga Iugoslávia. Vejam este vídeo duas vezes, lendo primeiro a legenda servo-croata e depois a brasileira! Eu tirei o áudio desta montagem, que tem várias imagens do território da antiga Iugolsávia. Eu copiei a letra da Wikipédia em servo-croata, mas pra acertar palavras e pontuação cotejei também com esta transcrição. Na sua versão, Darija canta u tom klasu (nesse trigo/espiga), e não u tvom klasju (no seu trigo), mas nenhuma divergência afeta o sentido unitário da canção. Pra conforto de vocês, a primeira legendagem em servo-croata está em alfabeto latino. Então, após os três vídeos que estão no meu canal Eslavo (YouTube), seguem abaixo também a letra em cirílico e a tradução em português. As estrofes e versos variantes estão entre colchetes, bem como escritos ainda em alfabeto latino (itálico):






____________________


1. Видим поља што се житом злате
И на бријегу видим родни дом.
Сваког трена мислим на те,
Земљо моја, земљо моја!

А у пољу моја душа спава,
Усред жита, као златна клас.
Постеља јој мека трава.
Земља моја, земља моја!

Рефрен:
И док ја нисам ту
Покрај ње, да скупа предамо се сну,
Сваку ноћ чујем глас,
Који зове: “Дођи, срећа чека нас!”

2. Овдје ноћи нису тако плаве,
Овдје сунце нема такав сјај,
Овдје нису такве траве,
Земљо моја, земљо моја!

[Нигдје ноћи нису тако плаве,
Нигдје сунце нема такав сјај,
Нигдје нису такве траве,
Земљо моја, земљо моја!]

У твом класју нек ми љубав спава,
[У том класу нек ми љубав спава,]
Нек ме чека, ја ћу брзо доћ’,
Нек је љуби твоја трава,
Земљо моја, земљо моја!

2. Ovdje noći nisu tako plave,
Ovdje sunce nema takav sjaj,
Ovdje nisu takve trave,
Zemljo moja, zemljo moja!

[Nigdje noći nisu tako plave,
Nigdje sunce nema takav sjaj,
Nigdje nisu takve trave,
Zemljo moja, zemljo moja!]

U tvom klasju nek mi ljubav spava,
[U tom klasu nek mi ljubav spava,]
Nek me čeka, ja ću brzo doć’,
Nek je ljubi tvoja trava
Zemljo moja, zemljo moja!

(Рефрен 2x)

____________________


1. Vejo campos cujo trigo brilha,
Na colina vejo a casa paterna.
O tempo todo penso em você,
Terra minha, terra minha!

No campo minha alma dorme,
Como espiga de ouro no trigal.
Para ela a relva macia é cama,
Terra minha, terra minha!

Refrão:
Quando não estou aí
Com ela, nos encontramos em sonho,
Toda noite ouço chamar
A voz: “Venha, a alegria nos espera!”

2. Aqui a noite não é tão azul,
Aqui o Sol não brilha tanto,
Aqui não há a mesma grama,
Ó, terra minha, terra minha!

[Não existe noite mais azul,
Não há onde o Sol raie mais,
Não existe grama parecida,
Ó, terra minha, terra minha!]

Que seu trigo nine meu amor,
[Que esse trigo nine meu amor,]
Que me espere, eu logo virei,
Que sua relva ame meu amor,
Terra minha, terra minha!

(Refrão 2x)