Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Mais Roberto Carlos em italiano (1972)


Link curto para esta postagem: fishuk.cc/roberto



Essa não era minha prioridade, mas quando eu estava pesquisando interpretações em vídeo da Canzone per te pelo Roberto Carlos (as quais eu já postei aqui), achei um vídeo em que ele faz um pot-pourri na Itália em 1972, filmado no Teatro 10 pelo canal RAI, de algumas músicas da época e de versões italianas de músicas suas. A versão da própria Canzone per te não achei adequada pra legendar, mas duas das músicas julguei bonitas e interessantes, por isso traduzi-as e legendei-as no meu canal O Eslavo no YouTube.

A primeira é La donna di un amico mio (A mulher/namorada de um amigo meu), que, como alguns já devem ter pressuposto, é a tradução de seu sucesso Namoradinha de um amigo meu, e por isso tem essa batida de “jovem guarda”. Quem escreveu essa versão foi Daniele Pace, e fala de um dilema que ficará óbvio a todos ao assistirem ao vídeo. Lembra aquele ditado brasileiro “Mulher de amigo meu pra mim é homem”, mas a resposta que o Roberto dá é inversa, por exemplo, à da dupla nordestina Caju e Castanha, que fez sucesso com uma canção a respeito nos anos 2000... A segunda canção é Un gatto nel blu (Um gato no céu), com letra de Giancarlo Bigazzi e melodia de Totò Savio, composta pra disputar o famoso Festival de Sanremo de 1972. Roberto Carlos já tinha vencido o concurso em 1968, com a Canzone per te, e dessa vez ele não levou, mas por muito tempo o hit ficou no topo das paradas, inclusive em tradução pra outras línguas.

Essa apresentação deve ter sido pra um programa de TV específico, e não pro Festival de Sanremo. Nota-se no vídeo que, sendo começo dos anos 70, o Roberto estava numa fase de transição do estilo “jovem guarda” mais loucão, típico dos anos 60 (a canção mesmo tem um pouco da batida desse gênero), pra aquele estilo brega-romântico que o caracterizou nos anos 70 e parte dos 80. É algo visível no famoso medalhão redondo que ele tanto usou por um tempo, bem como no cabelo mais armado e nas roupas mais cheias de acessórios, mas já mais “adultas” (calça boca de sino etc.). Roberto estava então consolidando sua carreira como grande cantor brasileiro da MPB e muito famoso no exterior, já aí enriquecendo seu repertório com canções em diversos idiomas.

Existe uma história curiosa quanto à versão em espanhol da música Un gatto nel blu, que também foi gravada pelo Rei logo depois e igualmente vendeu pra caramba. O título é Un gato en la oscuridad, e num dos versos do refrão canta-se “El gato que está triste y azul...”. Por décadas não se entendeu por que o gato “estava azul”, mas segundo alguns, foi um “erro de tradução” decorrente da tradução literal do italiano blu como “azul”, quando na verdade é uma metáfora designando o céu. No caso, ajudaria a manter a rima, mas pra outros, poderia ter a ver também com a gíria inglesa to be blue, ou seja, “estar triste”, o que explica a denominação do estilo do blues. Este artigo de um blogueiro espanhol dá mais detalhes sobre a polêmica.

Quanto aos compositores de Un gatto nel blu, Gaetano Savio (1937-2004), mais conhecido como Toto ou Totò Savio, era músico, cantor, letrista, produtor fonográfico e arranjador. Guitarrista, fundador e componente de várias bandas, teve seus primeiros sucessos bombados na segunda metade dos anos 60, e na década seguinte continuou prolífico trabalho na composição, na televisão e num duo com a esposa. Nos anos 80, entre outros trabalhos e sucessos no Festival de Sanremo, dirigiu a orquestra do canal RAI em vários programas, mas nos anos 90 sofreu com um câncer na garganta, cuja operação lhe causou a perda da voz, e com uma cirrose hepática. Sofreria com doenças e hospitais até sua morte. Giancarlo Bigazzi (1940-2012), às vezes usando o pseudônimo Katamar, também foi compositor, produtor e letrista, e chegou a participar por um tempo da banda Squallor junto com Savio. Desde muito novo já teve sucessos estourados, e escreveu muitas letras famosíssimas, por vezes em colaboração com a esposa. Atuou com outros grandes nomes em diversas iniciativas artísticas, muitas delas rompidas depois, e também ajudou no êxito de vários cantores iniciantes.

Eu mesmo traduzi as duas canções (no primeiro caso, uma retradução da tradução...), cortei os vídeos pra um formato mais moderno e legendei. Nesta página está o vídeo com todas as músicas e sem legendas. As letras de La donna di un amico mio e Un gatto nel blu eu tirei de um site musical, mas me apoiei apenas parcialmente nas traduções que são apresentadas. Pra vocês compararem no primeiro caso, leiam a canção original em português, e no segundo caso, uma versão em português feita por Carlos Colla (Um gato que vai) e gravada por Daniel em 2002. Abaixo, seguem as legendagens, as letras em italiano e a tradução em português (no vídeo, a primeira canção não é cantada inteira):




____________________


La donna di um amico mio

Perché mi sono innamorato
Proprio della donna
Di un amico mio?

Con tante donne al mondo,
Proprio della donna
Di un amico mio.

È proprio vero che
L’amore fa così
Non guarda in faccia mai a nessuno, mai.

Mi sono innamorato
Proprio della donna
Di un amico mio.

Ma occhi così belli
In tutta la mia vita
Non ne ho visti mai.

Il mondo è grande ma
Diventa piccolo
Se tu conosci una donna così.

Non dite niente a lui,
Né a lui,
Né ad altri, mai.

2x:
Non voglio dire al mondo
Che amo la ragazza
Di un amico mio.

E adesso cosa faccio,
Meglio stare zitti,
Non sognare più.

Se sono un vero amico
Io soffro nel silenzio
E non ci penso più.

È proprio vero che
Bisogna piangere
E dire addio alla felicità.

Non dite niente a lui,
Né a lui,
Né ad altri, mai.

Non voglio dire al mondo
Che amavo la ragazza
Di un amico mio.

Non voglio dire al mondo
Che amo la ragazza
Di un amico mio.

____________________


Namorada de um amigo meu

Por que fui me apaixonar
Justo pela namorada
De um amigo meu?

Com tanta mulher no mundo,
Justo pela namorada
De um amigo meu?

É mesmo verdade que
O amor tem dessas coisas
Nunca escolhe quem quer atingir.

Eu fui me apaixonar
Justo pela namorada
De um amigo meu.

Mas olhos tão bonitos
Em toda a minha vida
Eu nunca tinha visto.

O mundo é grande, mas
Se torna pequeno
Ao se conhecer uma mulher assim.

Não falem nada pra ele,
Nem pra ele,
Nem pra mais ninguém.

2x:
Não quero que todos saibam
Que amo a namorada
De um amigo meu.

E agora o que faço?
Melhor ficar calado,
E não sonhar mais.

Se sou um amigo de verdade
Vou sofrer em silêncio
E não pensar mais nisso.

É mesmo verdade que
Vou ter que chorar
E dar adeus à felicidade.

Não falem nada pra ele,
Nem pra ele,
Nem pra mais ninguém.

Não quero que todos saibam
Que eu amava a namorada
De um amigo meu.

Não quero que todos saibam
Que amo a namorada
De um amigo meu.

____________________


Un gatto nel blu

Quand’ero bambino, che allegria
Giocare alla guerra per la via
Saltare un cancello io e te e poi
Una mela, l’emozione, gli occhi tuoi

Le rose, l’amore, casa mia
E un gatto per farci compagnia
Ma da quando è finita io non so perché
La finestra è piu grande senza te

Un gatto nel blu guarda le stelle
Non vuol tornare in casa senza te
Sapessi quaggiù che notte bella
Chissà se un gran dolore si cancella

Un gatto nel blu, ecco che tu
Spunti dal cuore, mio caro amore
Fra poco sarai negli occhi miei
Anche stasera una lacrima sei

Bambina, bambina, vita mia
Profumo di tiglio che va via
Se amare é uno sbaglio, colpa mia, però
Io, in fondo, della vita che ne so?

Un gatto nel blu guarda le stelle
Non vuol tornare in casa senza te
Sapessi quaggiù che notte bella
Chissà se un gran dolore si cancella

Un gatto nel blu, ecco che tu
Spunti dal cuore, mio caro amore
Fra poco sarai negli occhi miei
Lacrima chiara di primavera

Un gatto nel blu, ecco che tu
Anche stasera una lacrima sei

2x:
Un gatto nel blu, ecco che tu
Spunti dal cuore, mio caro amore
Fra poco sarai negli occhi miei
Lacrima chiara di primavera

____________________


Um gato no céu

Quando era menino, que alegre
Eu brincava de guerra pela rua
Pulava um portão, eu e você, e depois
Uma maçã, a emoção, seus olhos

As rosas, o amor, minha casa
E um gato nos fazendo companhia
Mas desde que acabou, não sei por que
A janela ficou maior sem você

Um gato no céu olha as estrelas
Não quer vir pra casa sem você
Se você visse a linda noite aqui
Talvez uma grande dor findasse

Um gato no céu, e súbito você
Surge no meu peito, querido amor
E logo vai estar nos meus olhos
Ainda esta noite, é uma lágrima

Menina, menina, vida minha
Perfume de tília indo embora
Se amar é errado, me culpo, porém
O que eu, no fundo, sei da vida?

Um gato no céu olha as estrelas
Não quer vir pra casa sem você
Se você visse a linda noite aqui
Talvez uma grande dor findasse

Um gato no céu, e súbito você
Surge no meu peito, querido amor
E logo vai ser nos meus olhos
Uma lágrima clara de primavera

Um gato no céu, e súbito você
Ainda esta noite, é uma lágrima

2x:
Um gato no céu, e súbito você
Surge no meu peito, querido amor
E logo vai ser nos meus olhos
Uma lágrima clara de primavera