Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 13 de novembro de 2016

Hino Nacional da Ucrânia (versão 1992)


Link curto para esta postagem: fishuk.cc/hino-ucrania2


Em postagem anterior sobre o Hino da Ucrânia, mostrei as duas legendagens da música atual que tinha carregado no meu canal O Eslavo no YouTube e escrevi a letra em ucraniano e a tradução do hino. Eu também tinha dito que até 2003 era usada uma letra mais longa, com três estrofes e um refrão, e que depois passou a ser cantada apenas a primeira estrofe e o refrão.

Pois bem, o que estou postando hoje é uma legendagem dessa versão longa anterior, em áudio raro que achei no YouTube, embora não de qualidade perfeita, e que fazia parte de um vídeo de propaganda, talvez feito pelo próprio governo. Até pensei em legendar esse vídeo mesmo, mas como eu quis completar no meu canal a coleção de hinos eslavos com o mesmo design da bandeira e da legenda bilíngue, usei apenas o som. Relembro que o poema original de Pavlo Chubynsky, publicado em 1863, tinha quatro estrofes e um refrão que tinha duas vezes o tamanho do atual; até 2003, era usada como hino não oficial a versão aqui apresentada, com três estrofes, apenas a primeira mantida como antes, e o refrão sem a segunda metade; desde então, como se lê na outra postagem, usa-se apenas a primeira estrofe, com ligeiras modificações, e o mesmo novo refrão.

Pra fins de simetria, repito algumas informações sobre a história do hino que já havia postado antes. Inspirado por algumas canções patrióticas eslavas (entre elas o atual hino da Polônia) que se cantavam então na Europa Central e Oriental, caldeirão étnico retalhado entre grandes impérios, o etnógrafo ucraniano Pavlo Chubynsky escreveu o poema Shche ne vmerla Ukraina (A Ucrânia ainda não morreu) em 1862. Publicado no ano seguinte, conheceu larga difusão, e o padre Mykhailo Verbytsky logo decidiu musicalizá-lo.

A nova canção foi executada em coral pela primeira vez no Teatro Ucrânia, em Lviv, em 1864, e assim se tornou patrimônio da cultura ucraniana. Gravada em disco pela primeira vez em Nova York, em 1916, ela se tornaria o hino nacional de repúblicas ucranianas independentes de curta duração entre 1917 e 1920 e em 1939. Banida totalmente pelos bolcheviques para “inibir o separatismo” (o hino da Ucrânia soviética, que também legendei, nunca ficou popular), teve a melodia adotada oficialmente como hino da Ucrânia independente em 15 de janeiro de 1992 e consagrada na Constituição de 1996. Mas a carta magna deixou que lei posterior fixasse a letra definitiva, o que só ocorreu em 6 de março de 2003, quando o parlamento finalmente aprovou a lei “Sobre o Hino da Ucrânia”.

Como brinde, estou anexando aqui uma legendagem do hino atual, que fiz depois das outras duas, na voz de estudantes e funcionários do Complexo de Educação Escolar da cidade de Velyka Omeliana, vila na região oeste da Ucrânia, parte do país conhecida por ser mais nacionalista e guardiã das tradições típicas (site da escola). O clipe oficial do qual tirei o primeiro áudio está nesta página, e o vídeo da escola sem as legendas está nesta página. Eu mesmo traduzi e legendei os dois vídeos, havendo no primeiro uma legenda bilíngue (ucraniano e português) com o alfabeto cirílico, pra conforto de vocês, transliterado conforme meu próprio sistema usado aqui no blog.

Depois dos vídeos, seguem a letra da versão de 1992 em ucraniano e sua tradução ao português. Enquanto nesta versão o segundo verso da primeira estrofe tinha por regra a expressão “браття українці” (irmãos ucranianos), na de 2003 ela é substituída por “браття молодії” (jovens irmãos), embora na apresentação escolar se tenha cantado, como antes, “браття українці” (irmãos ucranianos).




____________________


1. Ще не вмерла Україна ні слава, ні воля.
Ще нам, браття українці, усміхнеться доля.
Згинуть наші воріженьки, як роса на сонці,
Запануєм і ми, браття, у своїй сторонці.

Приспів:
Душу й тіло ми положим за нашу свободу,
І покажем, що ми, браття, козацького роду.

2. Станем, браття, в бій кровавий від Сяну до Дону,
В ріднім краю панувати не дамо нікому;
Чорне море ще всміхнеться, дід Дніпро зрадіє,
Ще у нашій Україні доленька наспіє.

(Приспів)

3. А завзяття, щира праця свого ще докаже,
Ще ся волі в Україні піснь гучна розляже,
За Карпати відіб’ється, згомонить степами,
України слава стане поміж ворогами.

(Приспів 2x)

____________________


1. A Ucrânia ainda não morreu, nem sua glória e vontade.
Ainda, irmãos ucranianos, o destino vai sorrir para nós.
Nossos inimigos se esvairão como o orvalho sob o sol,
Também vamos reinar, irmãos, em nossa própria terra.

Refrão:
Vamos sacrificar corpo e alma por nossa liberdade,
E vamos mostrar, irmãos, que temos linhagem cossaca.

2. Entraremos, irmãos, na luta sangrenta do Sian ao Don,
Em nossa terra natal a ninguém vamos deixar reinar;
O mar Negro ainda sorrirá, o velho Dnipro se alegrará,
Ainda em nossa Ucrânia a boa sorte vai prevalecer.

(Refrão)

3. E o trabalho sincero ainda vai provar sua coragem,
Esta sonora canção ao ânimo ainda ecoará na Ucrânia,
Vai se refletir nos Cárpatos, vai ressoar pelas estepes,
A glória da Ucrânia vai se erguer por entre os inimigos.

(Refrão 2x)