Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

25 de outubro de 2015

Trotsky antevê hegemonia dos EUA


Link curto para esta postagem: fishuk.cc/trotsky-eua


Leon Trotsky foi desde 1917 um notável líder bolchevique, fundou o Exército Vermelho e ocupou cargos importantes no Estado soviético e na Comintern, mas na luta de poder contra Iosif Stalin, que controlava de fato o país após a morte de Vladimir Lenin, terminou afastado de todos os seus cargos e exilado primeiro em Alma Ata, depois no estrangeiro, onde pulou de país em país até se fixar no México.

No desterro, Trotsky fez algumas declarações em inglês e francês, gravadas em áudio e vídeo, tendo sido esta, segundo o site Dangerous Minds, dada em Copenhague, capital da Dinamarca, em 1932, no período de quatro anos em que ele estava vivendo na ilha Büyükada, na costa da Turquia. A tomada, originalmente intitulada “Trotzky Makes Debut before Microphone”, é produção da Fox Movietone News, que em quadro inicial descreve o texto como “uma revelação exclusiva de sua visão dos assuntos europeus gravada em Copenhague”.

Dispensa explicações: a própria ocasião de ver Trotsky ao vivo legendado, e falando em inglês, já vale a pena. As breves informações sobre o vídeo e uma transcrição que completei e retifiquei (e que segue mais abaixo com a tradução em português, após a peça legendada) estão nesta página, e o vídeo sem legendas pode ser assistido nesta página. O discurso legendado, sem alterações no texto, está no meu canal O Eslavo no YouTube:


____________________


“The war and the post-war developments, including the Russian Revolution, have totally changed the economic, political, military and diplomatic face of our planet. The present crisis will mean a new era in history. The new face is not a stable one. The equilibrium of Europe has become a bitter reminiscence or a formless hint. Europe, in general, has ceased to be the centre of the world. It is foolish to hope that Europe as it is will again occupy that position. The present terrific crisis, in spite of its devastating effects on the United States, will change the relation of forces still further not in favour of Europe, but in favour of the United States and the colonial countries. To see far it is best to stand on the roof of a skyscraper. The most suitable point for observing the world panorama in every respect I consider to be New York.”

“As consequências da guerra e do pós-guerra, incluindo a Revolução Russa, mudaram toda a face econômica, política, militar e diplomática de nosso planeta. A crise atual abrirá uma nova era na história. Essa nova face não é estável. O equilíbrio da Europa se tornou amarga lembrança ou alusão disforme. A Europa, no geral, deixou de ser o centro do mundo. É leviano esperar que no atual estado ela volte a ocupar essa posição. A terrível crise atual, mesmo tendo efeitos devastadores sobre os Estados Unidos, mudará ainda mais a relação de forças a favor não da Europa, mas dos EUA e dos países coloniais. A vista mais ampla se tem no topo de um arranha-céu. Julgo ser Nova York o ponto mais adequado para observar todos os aspectos do panorama mundial.”