Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

18 de dezembro de 2016

Hino Nacional da Eslováquia


Link curto para esta postagem: fishuk.cc/eslovaquia



Este é o atual hino nacional da Eslováquia, cuja canção se chama Nad Tatrou sa blýska (Sobre os Tatras luzem) e teve a letra escrita pelo jovem estudante Janko Matúška no início de 1844, usando a melodia da canção popular Kopala studienku. Inúmeras cópias manuscritas, em geral com algumas alterações, foram feitas sem sua autorização, e assim a canção ficou popular entre outros estudantes nacionalistas, que no quadro do Império Austro-Húngaro se queixavam de como estimados professores acadêmicos eram demitidos por conta de suas ideias nacionalistas.

Em 1848 e 1849, voluntários de guerra tornaram a canção ainda mais conhecida, até ela ser impressa pela primeira vez em 1851 e popularizada por causa de suas referências aos montes Tatras, símbolo nacional cujos perigos inspirados lembravam aos eslovacos outros perigos, especialmente políticos, que corriam. Quando a Tchecoslováquia foi criada, após o fim do Império Austro-Húngaro, a primeira estrofe de Nad Tatrou sa blýska foi incorporada ao hino do novo país, junto com a primeira estrofe da canção tcheca Kde domov můj (Onde é meu lar). Isto é, o hino do país era escrito em duas línguas, e havia ainda traduções em alemão e húngaro, usadas até 1938 (desmembramento territorial por Hitler), pra contemplar as minorias étnicas da nação. Conheça esse hino misto nesta página.

Quando foi proclamada uma República Eslovaca atrelada à Alemanha nazista no curso da 2.ª Guerra Mundial, Nad Tatrou sa blýska chegou a servir de hino, mas as lideranças títeres preferiam Hej, Slováci, versão local do famoso hino pan-eslavo Ei, Eslavos. O velho hino tchecoslovaco sobreviveu à guerra, ao regime comunista e à derrubada da “cortina de ferro”, mas em 1993, com a divisão do país em República Tcheca e Eslováquia, cada parte do antigo hino passou a ser o hino de cada país, e o hino eslovaco incorporou também a segunda estrofe, sendo que a canção original possuía quatro. Até 1993, na parte eslovaca, também se usava o verso “Zastavme sa, bratia” (“Vamos esperar, irmãos”), mas depois se passou a usar “Zastavme ich, bratia” (“Vamos pará-los, irmãos”), que está no vídeo.

Eu traduzi a letra a partir do eslovaco com a ajuda de alguns dicionários online e baseado no que eu sabia de russo, ucraniano e tcheco, línguas com as quais ele guarda certa semelhança, e me vali também de traduções nas Wikipédias em outras línguas e no Google Tradutor. Eu tirei o áudio do vídeo que está neste endereço, e depois montei meu vídeo legendado, que está no meu canal O Eslavo no YouTube, com o texto em eslovaco e a tradução em português. Seguem abaixo a legendagem e o poema nestas duas línguas:


____________________


Nad Tatrou sa blýska,
Hromy divo bijú,
Nad Tatrou sa blýska,
Hromy divo bijú.
Zastavme ich, bratia,
Ved’ sa ony stratia,
Slováci ožijú.
Zastavme ich, bratia,
Ved’ sa ony stratia,
Slováci ožijú.

To Slovensko naše
Posial’ tvrdo spalo,
To Slovensko naše
Posial’ tvrdo spalo,
Ale blesky hromu
Vzbudzujú ho k tomu,
Aby sa prebralo.
Ale blesky hromu
Vzbudzujú ho k tomu,
Aby sa prebralo.

____________________


Sobre os Tatras fulguram
E batem forte os trovões,
Sobre os Tatras fulguram
E batem forte os trovões,
Vamos pará-los, irmãos,
Porque eles vão cessar
E os eslovacos renascerão.
Vamos pará-los, irmãos,
Porque eles vão cessar
E os eslovacos renascerão.

A nossa Eslováquia
Até agora dormia fundo,
A nossa Eslováquia
Até agora dormia fundo,
Mas os raios do trovão
Estão a acordando para
Que recobre o ânimo.
Mas os raios do trovão
Estão a acordando para
Que recobre o ânimo.