Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 de junho de 2019

“God Save the Queen” (hino britânico)


Link curto para esta postagem: fishuk.cc/hino-ingles




Por alguns meses hesitei em traduzir e legendar este hino, porque muitos outros já tinham feito isso e porque, na época da Copa do Mundo, fiquei com preguiça de verter a letra do inglês. Porém, achei este vídeo e esta execução tão bonitos que decidi arranjar uma tradução e, junto com a letra já incluída no original em inglês, legendar em português. Esta canção se chama God Save the Queen (Deus salve a Rainha) e há muitos séculos é usada como hino nacional de facto (não oficial) do Reino Unido e, dentro dele, também da Inglaterra. Quando o monarca é homem, usa-se King no lugar de Queen, e os pronomes pessoais femininos dão lugar aos equivalentes masculinos. Remetendo a uma ou mais melodias que datam mais ou menos do século 17, nunca alguém conseguiu definir ao certo quem escreveu algumas das inúmeras versões da letra nem quem compôs a melodia, a qual, porém, alguns relacionam a uma composição de 1619 do músico, compositor e organista inglês John Bull (1562-1628).

Como grande parte dos elementos de cultura e Estado da monarquia britânica, o hino nacional foi se enraizando por meio do costume e da consagração, e não leis ou decretos oficiais, e jamais recebeu sanção oficial. É possível que tenha se originado de um hino eclesiástico, já que sua melodia ainda consta em alguns hinários protestantes. Houve muitas versões da letra, muitas das quais paródicas, humorísticas ou até antimonárquicas, mas o texto geralmente usado, inclusive neste vídeo, tem três estrofes e foi publicado pela primeira vez em 1745 no Gentleman’s Magazine. Em anos vindouros, God Save the King/Queen inspirou muitos outros músicos europeus, e vários hinos nacionais adotaram até a mesma melodia, como o da Alemanha imperial (Heil dir im Siegerkranz), a Molitva russkikh (na Rússia de 1816 a 1833), o da Suíça até 1961 (Rufst Du, mein Vaterland), o da Suécia de 1805 a 1880 (Bevare Gud vår kung) e o atual do Principado de Liechtenstein (Oben am jungen Rhein).

Dado que o Império Britânico foi uma unidade política de dimensões globais, muitos territórios ingleses ao redor do globo ainda usam God Save the Queen como seu hino nacional, e na Commonwealth vários países ainda o usam como hino nacional e/ou “hino real”, executado junto com o nacional, já que o monarca britânico é o chefe de Estado (papel mais simbólico). Quando cada unidade do Reino Unido tem representação em eventos esportivos, em geral são tocados hinos locais junto ou sem o hino britânico: a Escócia, o País de Gales e a Irlanda do Norte têm canções próprias. Já a Inglaterra costuma usar Jerusalem em campeonatos de críquete e rugby, bem como nos Jogos da Commonwealth. Desde 1953, muitas vezes (como no vídeo) o hino é precedido por uma fanfarra composta por Gordon Percival Jacob pra coroação de Elizabeth 2.ª. O “hino oficial” consiste apenas na primeira estrofe, mas durante eventos oficiais se tocam a primeira e a última, a segunda em geral sendo omitida.

A qualidade do vídeo sem legendas é bem ruim, pois a postagem original é de 2007, e eu tentei a melhorar um pouco. Segundo o dono do canal, a execução é da Orquestra Sinfônica e Coral da BBC, dirigida por Sir Andrew Davis, junto da Fanfarra de Trompetes da Marinha Real de Sua Majestade, no evento Prom at the Palace em 1.º de junho de 2002, Palácio de Buckingham, Londres. Foi produzido um DVD do evento, que serviu de fonte pra postagem. Eu mesmo traduzi diretamente do inglês, mas também cotejando com as traduções francesa, espanhola, italiana e russa, e às vezes alemã, da Wikipédia, de onde também copiei o texto original. Embora o hino se refira a Deus com o pronome arcaico thou (tu), escolhi traduzir como “você” e suas formas verbais. Seguem abaixo minha legendagem na TV Eslavo (YouTube), a letra em inglês e a tradução em português (ambas com as mudanças masculinas entre colchetes):



God save our gracious Queen [King]!
Long live our noble Queen [King]!
God save the Queen [King]!
Send her [him] victorious,
Happy and glorious,
Long to reign over us:
God save the Queen [King]!

O Lord our God arise,
Scatter her [his] enemies,
And make them fall:
Confound their politics,
Frustrate their knavish tricks,
On Thee our hopes we fix:
God save us all.

Thy choicest gifts in store,
On her [him] be pleased to pour;
Long may she [he] reign:
May she [he] defend our laws,
And ever give us cause,
To sing with heart and voice,
God save the Queen [King]!

____________________


Deus salve nossa graciosa Rainha!
Viva muito nossa nobre Rainha!
Deus salve a Rainha!
Mande-a vitoriosa,
Feliz e gloriosa,
Para reinar longamente sobre nós:
Deus salve a Rainha!

[Deus salve nosso gracioso Rei!
Viva muito nosso nobre Rei!
Deus salve o Rei!
Mande-o vitorioso,
Feliz e glorioso,
Para reinar longamente sobre nós:
Deus salve o Rei!]

Surja, ó, Senhor nosso Deus,
Disperse os inimigos dela [dele]
E faça-os cair:
Atrapalhe suas intrigas,
Frustre suas armadilhas sujas,
Em você pomos nossa esperança:
Deus salve todos nós.

Reserve as mais seletas bênçãos
Para verter com gosto sobre ela [ele];
Possa ela [ele] reinar longamente:
Possa ela [ele] defender nossas leis
E nos dar sempre motivos
Para cantar com coração e voz,
Deus salve a Rainha [o Rei]!