9 de fevereiro de 2022

O Hino da União Soviética em inglês


Link curto pra esta postagem: fishuk.cc/urss-ingles

A despeito da zoeira, achei muito legal esta montagem feita com o mapa dos EUA adornado com o que na prática é a bandeira da China comunista. Porém, a canção tem um significado histórico bem mais profundo, pois trata-se de uma tradução poética estadunidense do Hino Nacional da URSS, conforme a versão que vigorou de 1944 a 1956. Paul Robeson (1898-1976), afro-americano que escreveu a nova letra e cantou sobre a melodia original de Aleksandr Aleksandrov, foi um conhecidíssimo músico de voz grave, ativista de movimentos sociais e simpatizante do comunismo. Sua defesa incondicional da URSS, mesmo no período de Stalin, levou-o até a fazer shows nesse país, onde teria gravado esta versão do hino em 1945, auge de sua carreira. Quanto ao significado, Robeson conseguiu manter muito do texto russo de Sergei Mikhalkov e Gabriel El-Registan, embora em inglês haja bem mais palavras devido ao tamanho menor delas.

Ex-jogador de futebol americano, o cantor lamentava muito o regime de segregação racial vigente nos EUA e afirmou não haver preconceito contra os negros na URSS, quando visitou o país pela primeira vez em 1931. Por suas ligações com o comunismo, embora nunca fosse filiado ao PC dos EUA, sofreu várias perseguições nas décadas de 1940 e 1950, sobretudo sob a vigência do chamado “macarthismo”. Essa pressão afetou gradualmente sua saúde mental, o que junto a problemas de circulação levou-o a passar seus últimos anos recluso, sem participação ativa no movimento dos direitos civis da década de 1960, o qual, porém, Robeson apoiava fortemente. Seu alinhamento a Moscou chegou inclusive ao ponto de apoiar a intervenção de Khruschov na Hungria, comparando os rebeldes de 1956 com o levante militar de Franco na Espanha.

Eu mesmo traduzi a letra diretamente a partir da versão dada na Wikipédia em inglês e pus legendas no referido vídeo. Os “Estados Unidos da China” podem até ser zoeira agora, mas quem sabe não arrisque se tornar uma realidade em futuro próximo, sobretudo após a pandemia? Paranoia capaz de pirar qualquer reacinha vira-lata no Brasil latifundiário... Seguem abaixo o vídeo legendado, o texto original em inglês e a tradução:


1. United forever
In friendship and labor,
Our mighty republics
Will ever endure.
The Great Soviet Union
Will live through the ages.
The dream of a people,
Their fortress secure!

Chorus:
Long live our Soviet motherland,
Built by the people's mighty hand.
Long live our people, united and free!
Strong in our friendship tried by fire,
Long may our crimson flag inspire,
Shining in glory for all men to see!

2. Through days dark and stormy
Where Great Lenin led us,
Our eyes saw the bright sun
Of freedom above,
And Stalin, our leader,
With faith in the people,
Inspired us to build up
The land that we love!

(Chorus)

3. We fought for the future,
Destroyed the invader,
And brought to our Homeland
The Laurels of Fame.
Our glory will live
In the memory of nations,
And all generations
Will honour her name!

(Chorus)

____________________

1. Unidas para sempre
Na amizade e trabalho,
Nossas poderosas repúblicas
Durarão eternamente.
A Grande União Soviética
Viverá através das eras.
O sonho de um povo,
Sua fortaleza segura!

Refrão:
Viva nossa pátria soviética,
Construída pela mão poderosa do povo.
Viva nosso povo, unido e livre!
Forte em nossa amizade provada no fogo,
Nossa bandeira vermelha inspire longamente,
Brilhando na glória para toda pessoa ver!

2. Por entre escuros dias tempestuosos
Onde o grande Lenin nos guiou
Nossos olhos viram no alto
O Sol da liberdade brilhando,
E Stalin, nosso líder,
Com fé no povo,
Inspirou-nos a erguer
O país que nós amamos!

(Refrão)

3. Lutamos pelo futuro,
Destruímos o invasor,
E trouxemos à nossa Pátria
Os Louros da Fama.
Nossa glória viverá
Na memória das nações,
E todas as gerações
Honrarão o nome da URSS!

(Refrão)



“Let’s go, Brandon!”