Merkel e Scholz prestando juramento


Link curto pra esta postagem : fishuk.cc/chanceler


Hoje, 8 de dezembro de 2021, a ex-chanceler federal (primeira-ministra, ou presidente do governo) alemã Angela Merkel, do partido conservador democrata-cristão (CDU), transmitiu seu cargo ao líder da nova coalizão formada, Olaf Scholz, presidente do Partido Social-Democrata Alemão (SPD). Embora a CDU liderada por Armin Laschet tenha conseguido o segundo lugar nas eleições parlamentares deste ano, o governo vai consistir numa aliança entre sociais-democratas, liberal-democratas livres e o Partido Verde.

Merkel, nascida e criada na antiga Alemanha Oriental comunista (RDA, ou DDR), tinha tomado posse em 22 de novembro de 2005, tornando-se uma das chanceleres mais longevas da história alemã desde a formação do país, em meados do século 19. Nesse tempo, ficou muito popular e admirada pelos alemães ao promover progresso econômico, protagonismo dentro da União Europeia e a superação de crises sanitárias, climáticas e econômicas. Pra termos uma noção, Adolf Hitler foi empossado como chanceler no fim de janeiro de 1933, depois se apropriou do cargo de presidente deixado por Hindenburg, tornou-se assim “Führer” da Alemanha e se suicidou no fim de abril de 1945. Ou seja, apesar dos estragos, permaneceu “apenas” 12 anos no poder supremo. Merkel foi reeleita pra quatro mandatos consecutivos, de quatro anos cada um, já que em países parlamentaristas não é comum premiês terem limite de mandatos. Também ficará famosa como a primeira mulher a ocupar o cargo, e a única até o momento.

Scholz tem 63 anos e nos últimos três anos já tinha sido ministro das Finanças de Merkel, pois o SPD tinha então passado a integrar a coalizão de governo. Já se encontrou com Lula na recente turnê deste pela Europa, e embora não tenha prometido rupturas muito radicais, anunciou várias reformas liberalizantes que dariam um novo rumo à Alemanha. Você pode ler o texto original do juramento de posse determinado pela lei no verbete “Amtseid” da Wikipédia alemã, mas a fonte principal pra minha tradução em português foi “Oath of office” da Wikipédia em inglês e sua respectiva versão. O vídeo de 2005 com Angela Merkel já ficou célebre no YouTube, e o vídeo de 2021 foi gravado hoje e postado pelo canal local de notícias Tagesschau.

A frase final “Que Deus me ajude”, devido ao pluralismo de crenças na Alemanha, é de pronúncia opcional, e como Scholz não é uma pessoa religiosa, ele escolheu não a dizer. O antecessor de Merkel, o social-democrata Gerhard Schröder, mesmo sendo luterano, teve a mesma atitude. Eu mesmo cortei os trechos e inseri as legendas:



Alemão: Ich schwöre, dass ich meine Kraft dem Wohle des deutschen Volkes widmen, seinen Nutzen mehren, Schaden von ihm wenden, das Grundgesetz und die Gesetze des Bundes wahren und verteidigen, meine Pflichten gewissenhaft erfüllen und Gerechtigkeit gegen jedermann üben werde. So wahr mir Gott helfe.

Inglês: I swear that I will dedicate my efforts to the well-being of the German people, promote their welfare, protect them from harm, uphold and defend the Basic Law and the laws of the Federation, perform my duties conscientiously, and do justice to all. So help me God.

Português: Prometo dedicar meus esforços ao bem-estar do povo alemão, promover sua prosperidade, protegê-lo da desgraça, preservar e defender a Constituição e as leis federais, cumprir atenciosamente com meus deveres e fazer justiça a todos. Que Deus me ajude.