Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 de abril de 2019

Minhas redes sociais e outros refúgios


Link curto para esta postagem: fishuk.cc/redes
Atualizado em 5 de abril de 2019. Adeus, Google Plus!
Atualizado (2) em 2 de junho de 2019: deixei o Rutube.




Por mais que hoje queiramos ser isolados, não adianta: em alguma ou algumas redes sociais temos de ter uma conta, pra saber de coisas interessantes aos jovens e manter contato com aqueles que amamos ou estimamos. Felizmente, o Facebook não é mais a única opção, o que alegra os críticos de seus problemas com segurança de dados, embora muitos serviços também já tenham sido comprados por Zuckerberg. Mesmo assim, os novos aplicativos disponíveis superam o velho site em simplicidade, dinamismo e recursos.

Isso é ainda mais verdadeiro pra quem apresenta algum tipo de trabalho na internet, seja comercial, seja um projeto pessoal em prol de uma causa ou da educação e cultura. As redes nos facilitam o contato com quem tem interesses iguais aos nossos e a divulgação de cada conteúdo novo que postamos. Não é o princípio de aproximação, partilha ou exposição, nem sua incontrolável tecnologia que constituem o problema na fonte dos crimes e ódios, mas a tendência humana a querer superar seus semelhantes e, assim, precisando de regras estritas pra se controlar. Já temos discussão e cabedal teórico o bastante pra pensar num uso humano e produtivo dessas ferramentas.

Eu mesmo sou uma pessoa muito ansiosa, e precisei me educar por muitos anos até conseguir utilizar as redes sociais totalmente a meu favor. Percebi também que o total isolamento desta minha página em formato blog e de meu canal no YouTube, hoje chamado TV Eslavo, além da suspensão dos comentários, não eram favoráveis à maior difusão de meu trabalho tradutório ou intelectual. Apenas no canal decidi reabrir os comentários, como se ele mesmo servisse de “rede social” entre os interessados, mas não julguei suficiente. Pra fazer face a esses tempos cada vez mais difíceis e concorrenciais, e pra manter os laços com pessoas que amo ou pensam como eu, precisei fazer alguns tipos de conta.

O canal já é bem conhecido de todos: começou em 2010 como “Pan-Eslavo Brasil” (tanto que ele ainda pode ser acessado por meio de hiperlink com o antigo nome de usuário “PanEslavoBrasil”), depois foi abreviado em setembro ou outubro de 2015 pra “Pan-Eslavo”, tornou-se “O Eslavo” pela primeira vez no começo de 2017, simplificou-se pra “Eslavo” um ano depois e, enfim, em fevereiro, tomei a decisão de colocar o “TV” seguindo a onda de outros canais de entretenimento no YouTube. O URL personalizado continua com o nome “eslavo” e continuará por tempo indefinido, mas além dele existe igualmente o endereço curto bit.ly/tveslavo, que dá exatamente no mesmo lugar.

Já apresentei meu YouTube e o link curto. E as outras redes sociais? O motivo principal pelo qual escrevi esta postagem foi que a partir de amanhã, 2 de abril de 2019, todas as contas do antigo Google Plus vão começar a ser apagadas. Claro que muita gente nem usava mais esse fiasco tecnológico (o segundo depois do Orkut!), mas eu tinha decidido retomar meu espaço porque, misteriosamente, mesmo tendo apagado essa conta numa outra época, não perdi meus seguidores. (Pus o link pra que vocês deem uma última olhada, hahaha.) Eu tinha mais de 120 acumulados em anos, vinculados à conta do Google (com a qual passei a gerir a TV Eslavo em agosto de 2015), e que podiam ainda receber atualizações com a restauração do perfil. No fim do ano passado, julguei um bom recurso pra jogar um pouco mais minha página e meu canal, mas... eis que sou notificado da futura extinção!

O próprio Google admitiu não lhe dar um substituto em breve e sugeriu o uso de páginas em outras redes sociais pra que produtores de conteúdo pudessem manter contato ou divulgar coisas a seus fãs. Como eu tinha criado no fim de 2018 uma conta fake no Instagram pra umas questões de paquera, eu não sabia o que fazer com ela depois que tudo deu errado. Então, embora eu não ache o aplicativo o ápice da simplicidade, decidi transformar minha conta num repositório da TV Eslavo e desta página, repostando a maioria das coisas que ia pro canal. Como no Bitly.com, consegui o nome “tveslavo” e ele agora é minha principal rede social. As pessoas podem entrar em contato direto, bem como curtir um perfil que cresce a cada dia.

Eu não quis fazer um Twitter: acho muito limitadas suas funções (e não apenas pelo número limitado de caracteres por postagem), não gosto de sua dinâmica de funcionamento e as pessoas que mais me interessam, sejam indivíduos ou certos tipos de personalidade, estão no Instagram. Quanto a outras redes sociais, como as russas VKontakte e Odnoklassniki, realmente não vi necessidade, porque não gosto de ter contas demais, e porque meu público-alvo não está nesses espaços. Apenas no WhatsApp, como muitos já sabem, já tenho um grupo com mais de 70 membros, do qual sou o único administrador e onde estão ocorrendo muitos debates saudáveis sobre política, economia, história, ideologia e mundo eslavo. Pra entrar, basta clicar no link bit.ly/eslavozap!

É claro, também, que esta página pode ser seguida não mais por uma conta do Google+, mas por um perfil no Blogger, que eu mesmo tinha excluído em detrimento daquela rede, mas tive de restaurar. Quem já teve um blog com esse serviço talvez tenha um perfil lá escondidinho, pelo qual pode seguir outros blogs do Google, mas se você não tem, por que não fazer um, mesmo que provisório, enquanto a empresa não melhora suas soluções de compartilhamento? Mas e e-mail, ainda uso? Pois bem, recentemente fiz uma conta nova no Google pra ter um endereço destinado especialmente às questões de tradução amadora, porque pra esta conta ficou fixado um nome de usuário de que não gosto mais. Entre meus vários e-mails, recomendo que usem o tveslavo@gmail.com, mas quem tem ainda o eslavo@mail.bg, que uso cada vez menos, também pode me acessar!

Em suma, esta página, a TV Eslavo no YouTube, o Instagram, o grupo no WhatsApp e o e-mail do Gmail são as contas que possuo e nas quais vocês desfrutam meu trabalho de tradução, legendagem, história e cultura. Então, está tudo aqui! Aproveitem e também divulguem e se inscrevam em todos esses canais: